Secadores Convectivos

O processo de secagem por convecção é o processo mais comum de secagem térmica. Gases provenientes de combustão, aquecedores de ar ou similares circulam entre as partículas do produto e evaporam o solvente. A secagem convectiva requer grandes volumes de gás de secagem, que é o portador de energia, e cujo tratamento requer uma atenção especial.

 

De uma forma ampla podem-se distinguir três tipos de processo de secagem por convecção:

 

Em Corrente Paralela: Os gases quentes de secagem e o produto úmido circulam na mesma direção no interior do equipamento. Os gases de secagem são resfriados, na medida em que o produto é aquecido. Por isso a secagem em corrente paralela se emprega em particular em produtos termo sensíveis ou inflamáveis. A vantagem da corrente paralela é que é possível se trabalhar com gases muito quentes na entrada sem necessariamente aquecer excessivamente o produto, reduzindo as perdas pela chaminé.


Em Corrente Cruzada: O fluxo de gases quentes atravessa a camada de produto. Fácil de regular e controlar. Energeticamente eficiente porque a temperatura do vapor pode ser inferior à do produto final.

 

Em Contra corrente: Os gases de secagem fluem em direção oposta à do produto. É o processo mais favorável e eficiente em equipamentos que não são divididos por zonas, mas requer que o produto seja resistente ao calor. Especialmente adequado para atingir umidades finais muito baixas. Energeticamente eficiente, porque a temperatura do vapor pode ser muito menor que a do produto final. Permite um controle muito preciso das condições de operação.


Produtos disponíveis

INGETECSA. Ingeniería y Técnica del Secado, S.A. · Roger de Flor, 49-51 · 08013 - Barcelona

Telfs.: +34 932 466 544 · +34 932 466 632 · +34 932 465 326

Fax +34 932 462 107 · ingetecsa@ingetecsa.com